Paco-Arango.jpg

Paco Arango nasceu no  México, em 1967, no berço de uma família de origem espanhola. Ainda muito jovem, mudou-se com sua família de volta para Espanha, porém foi nos Estados Unidos que ele estudou cinema, em Boston e Los Angeles. Antes de começar sua carreira cinematográfica, Arango gravou e publicou cinco discos como cantor solo, com o selo da Sony Records. Em 1999, fundou uma produtora de televisão pela qual fez várias séries e programas, entre eles, a famosa ¡Ala…dina!, uma divertida série, protagonizada por Paz Padilla. Nela, o gênio de uma lâmpada acaba sendo uma empregada doméstica na casa de um publicitário viúvo com dois filhos. A série se manteve no ar durante quatro temporadas.

No  ano de 2001 sentiu a necessidade de envolver-se em alguma causa solidária “para devolver a sorte que havia tido” e começou a trabalhar como voluntário no Hospital Niño Jesús, com pequenos doentes de câncer. Foi o que mudou sua vida para sempre. Em 2005 criou a Fundação Aladina, destinada a melhorar a vida de crianças e adolescentes doentes de câncer e seus familiares. Atualmente, a Fundação atende a mais de 1.500 crianças.

Em 2011 escreveu e dirigiu Maktub, um filme que mistura comédia e drama. Nele, o diretor mostrou tudo o que tinha aprendido com as crianças as quais ele tratava diariamente há mais de 15 anos. Crianças com histórias de vida que lhe inspiravam dia a dia. Com uma equipe espetacular, liderada por Diego Peretti, Goya Toledo, Aitana Sánchez-Gijón, Rosa María Sardá e Jorge Martínez, Maktub conseguiu três indicações no prêmio Goya (Melhor diretor, atriz coadjuvante e melhor música original). A arrecadação desse filme serviu para financiar uma das unidades de transplante de médula mais avançadas da Europa: O Centro Maktub para trasplante de médula ósea do Hospital Niño Jesús de Madri.